Bike urbana com 8 marchas

BNR-Orbea_Carpe
Bike urbana com 8 marchas,

Dicas, Novidades, Review

2

Carpe H50 – A urbana valente com 8 marchas

Testamos a urbana Carpe H50 da Orbea, uma espanhola boa para a cidade e lazer, com bom grupo e acabamento esmerado, ela é cheia de detalhes especiais que fazem muita diferença no dia a dia.

Se você precisa de uma bike urbana para usar durante a semana mas que também possa te atender no lazer do final de semana com uma “pegada” mais esportiva, a Orbea Carpe H50 é a bike, ela integra bem o uso urbano com o lazer, tem um grafismo moderno em seu quadro de alumínio, que combina tubos conificados e paralelos, caixa de direção integrada e gancheiras forjadas. O garfo, que também é em alumínio, tem desenho arrojado com paredes ovalizadas, lembrando as bikes de estrada, com suporte para freio a disco e as tradicionais furacões para alforjes e para-lamas.

img-Ciclofaixa

No trânsito intenso ou nas ciclovias, a urbana Carpe saiu-se bem.

img-Inteira

Visual moderno e leve nesta urbana espanhola.

img-Garfo

O garfo tem desenho incomum para modelos urbanos, lembra muito os garfos de carbono das Road Bike.

Seu desenho urbano é facilmente percebido quando olhamos seu guidão estreito e suas pequenas manetes de freio “one finger” (para 1 dedo), mostrando que ela não está a passeio na correria dos grandes centros urbanos, é arisca e anda bem rápido nos corredores estreitos de trânsito, para aqueles que se atrevem, é claro!

Manoplas ergonômicas e alavanca Rapidfire para o câmbio traseiro Acera de 8 velocidades completam os equipamentos do guidão.

img-Edu_Parque

img-Guidao_Curto

Guidão estreito para “caber” em qualquer espaço no trânsito congestionado das grandes cidades.

 

img-Manete

As manetes pequenas para um dedo dão um toque esportivo a bike e aumentam a segurança do ciclista que segura o guidão com 4 dedos.

img-Manopla

Manopla ergonômica traz mais conforto para as mãos.

Seu avanço é bem parrudo, para guidão de 31,8mm de diâmetro, e na bike com quadro tamanho 51 ela tem 90mm de comprimento com 10 graus positivos, e fica bem apoiado nos espaçadores e cone de acabamento FSA da caixa de direção integrada de 1 1/8.

img-Avanco

O avanço de 90mm de extensão com 10 graus positivos permite sprints em pé e boa postura pedalando sentado.

img-Caixa_Direcao

A caixa de direção integrada deixou quadro e garfo bem alinhados, sem quebras visual.

Seu selim Velo é muito confortável, tem rebites grandes na parte de trás e boa camada de forração, permitindo passeios mais longos sem incômodos, e diferente de outras marcas, a maioria dos componentes de montagem trazem a marca Orbea gravada, mostrando requinte e preocupação com a reputação da empresa, os aros, avanço, guidão, braçadeira de selim e canote de selim são OC (Orbea Components).

img-Selim

O selim Velo branco possui rebites largos na parte de trás e forração confortável.

img-Bracadeira

Braçadeira de selim com logo gravado e adesivo mostrando a origem da magrela.

img-Canote

Canote OC com 27,2mm de diâmetro e 350mm de comprimento.

img-Aro_Orbea_700

A bike é equipada com aros da Orbea Components, geralmente são de fornecedores tradicionais.

Os freios são V-brake Shimano, montados com pequenas manetes ergonômicas, e o desenho do quadro nos seat stays (tubos que ligam a roda traseira ao canote do selim) são bem fechados para os freios ficarem mais escondidos e longe dos calcanhares durante as pedaladas.

img-Freio_Vbrake

Freios V-brake M422 com 107mm de abertura, permite fácil instalação de para-lamas.

img-Manete_e_Rapidfire

As pequenas manetes para usar apenas um dedo e a alavanca Rapid Fire Acera M360 de 8 velocidades.

img_Stays_e_Freio

Os seat stays (Tubos que ligam a roda ao canote de selim), são bem curvos, para deixar os tornozelos longe do freio durante as pedaladas.

Pedalando a Carpe

Usando a bike nas ruas da Zona Sul de SP pude notar que apesar de ter apenas oito marchas, ela vai bem e desenvolve boa velocidade, a relação final é 42 por 11, e seu pedivela Pioneer da marca Prowheel tem protetor de corrente bem desenhado, fabricado em alumínio forte, não é uma chapinha fina, ele protege o ciclista contra contatos indesejados com a corrente e evita a queda da mesma para fora. Outro recurso interessante é o desviador de corrente, peça fixada no quadro alí onde estaria o câmbio dianteiro, ela “devolve” a corrente para a coroa, em caso de queda para dentro, quando a corrente cai no eixo central, fato que não aconteceu nos testes, estava tudo bem ajustado.

No trajeto, as subidas apareceram e foram superadas, com apenas oito marchas ela se mostrou valente em 95% das subidas enfrentadas, o cassete Megarange 11/34 combina boas relações com a coroa de 42 dentes, mas teve um subidão forte e mais extenso que me obrigou a fazer a tradicional careta de esforço no final.

img-Pedivela_PIoneer

O pedivela Pioneer da Prowheel tem coroa de 42 dentes e um belo protetor anti queda de corrente, que também evita contatos que possam sujar sua roupa.

img-Cassete_Magarange

O cassete (engrenagens traseira) é Megarage, com a primeira marcha de 34 dentes, dispensando coroas menores no pedivela.

img-Cambio_Traseiro_Acera

O câmbio traseiro de 8 velocidades é acionado por Rapidfire.

img-Desviador

Para evitar a queda acidental da corrente para dentro, a bike vem com uma peça guia que mantém a corrente na coroa.

img-Subidao_Furioso

A relação de 8 marchas atendeu bem entre subidas e descidas, mas esse subidão furioso foi mais difícil mesmo na primeira marcha (42 x 34).

As rodas OC – 1 tamanho 700 montada com pneus Kenda City largura 35 tem boa rolagem. Os aros são produzidos em alumínio 6063, parede dupla com acabamento anodizado em cima com laterais polidas e frisadas, o que confere maior poder de frangem. Os cubos não trazem inscrições ou marca do fabricante, são de flange pequena (peça de onde saem os raios), com freehub e blocagens em alumínio, são leves!

img-Rodas

Os aros parede dupla Orbea Components 700×35 trazem a marca gravada a lazer.

img-Cubo_Blocagem

Os cubo não trazem marca ou modelo gravado, mas são leves e com blocagem em alumínio. Repare nos furos na gancheira para freio a disco.

Para resumir, a bike manda bem na cidade e nas pequenas aventuras até mesmo na terra, está disponível a pronta entrega nos tamanhos 51 e 54 nas configurações single speed (sem marchas) e com 8 marchas. São seis tamanhos de quadro e várias versões, com diferentes níveis de equipamentos, incluindo modelos com freios a disco, o importador DN Imports aceita encomenda de todos os modelos Orbea do catálogo, e levam de 60 a 70 dias para chegarem por aqui. O modelo testado H50 custa em média R$ 2.890,00 para o consumidor final.

Espero que tenha gostado.

Bom pedal!

 

Tags: , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (2)

  1. Andre

    Muito bacana a avaliação Edú. Teria como você fazer uma avaliação e comparativo das bicicletas dobráveis disponíveis no mercado brasileiro? Acredito que elas estão ganhando espaço quando o assunto é mobilidade urbana. Andei pesquisando bastante mais o material é escasso e pouco fidedigno. Abraço!

    Responder

Deixe uma resposta