Montando uma roda do zero

Montando uma roda do zero,

Dicas, Manutenção, Novidades

21

Conheça o passo a passo par montar e alinhar rodas

Para montar uma roda do zero você precisa ter em mãos o aro, o cubo, os niples, (uma espécie de porca), e os raios, mas existem raios em várias medidas. Existe uma fórmula matemática para descobrir o tamanho exato dos raios, levando em conta a altura das flanges do cubo, a medida entre os furos, o comprimento dele, e o mais importante, ERD, o diâmetro efetivo do aro.

img-Montando_Roda_de_Bike_12

img-Montando_Roda_de_Bike_ERD

O ERD é medido de niple a niple na posição indicada no balão.

Mas vamos considerar que você já tenha todo o material e na medida certa, já que dá pra comprar kits completos para aro 20, aro 29, aro 700, etc, mas se você tiver dúvidas quanto ao tamanho efetivo dos aros, no site da Vzan tem o ERD (Effective Rim Diameter) de todos os aros que fabricam, e para os raios, tem vários sites que fazem esse cálculo, e estes são os links:

http://www.vzan.com.br/#produtos

https://leonard.io/edd/

http://www.sapim.be/spoke-calculator

Existem vários tipos de cruzamentos de raios, vamos mostrar um que é muito usado, o cruzamento por 4, pode ser feito em cubos de de 28, 32 e 36 furos, mas antes de começar, você deve seguir algumas regras básicas, alguns aros tem todos os furos alinhados aqui no centro, aí não dá pra errar a posição, mas tem outros, como esse, que os furos são desalinhados, e deitando o aro e também o cubo, fica fácil entender, os raios dos furos de cima ficam sempre na flange de cima do cubo, os furos de baixo, ficam na flange de baixo.

img-Montando_Roda_de_Bike_08

Vemos aqui outro tipo de raiação, a Radial, nesse tipo os raios não se cruzam, ela também é conhecida como raiação reta.

INÍCIO
Comece colocando os raios na flange de cima, faça isso pulando um furo a cada raio colocado. Quando acabar, escolha 1 raio e leve ele até próximo ao furo do bico da câmara de ar, coloque ele no terceiro furo da esquerda. Rosqueie todos os niples até a metade da rosca, na sequência vá distribuindo os outros raios contando 4 furos livres depois desse primeiro raio instalado.

img-Montando_Roda_de_Bike_01

img-Montando_Roda_de_Bike_02

É importante começar dessa forma, no terceiro furo depois da entrada do bico, para que o acesso ao bico da câmara fique livre, sem raios se cruzando nesta posição, pois quando o bico cai em espaço menor, pode ficar difícil instalar o calibrador ou uma bomba de ar.

img-Montando_Roda_de_Bike_14

img-Montando_Roda_de_Bike_07

O próximo passo é colocar os outros raios desta mesma flange, eles entram de baixo para cima. Feito isso, escolha um e leve ele na direção oposta, eles ficam cruzados, um por cima, outro por baixo, esse é o PAR VIZINHO, e aqui no aro, conte 11 furos já com esses 2 raios.

img-Montando_Roda_de_Bike_03

Agora é só distribuir esses outros raios fazendo aquela mesma contagem, todos nessa direção, no quarto furo depois do primeiro raio instalado, e quando eles se cruzam, eles devem ficar encostados, um raio sempre passa por cima do outro, isso é fundamental pra que a roda fique forte.

img-Montando_Roda_de_Bike_04

Vire a roda para montar o outro lado. O processo é bem parecido, colocamos primeiro os raios de cima, mas antes de começar a distribuir, colocamos também os de baixo. Agora pegamos aleatoriamente um PAR VIZINHO e vamos procurar seus furos.
É fácil descobrir em que furo colocar o par vizinho, se o aro tiver furos desalinhados, só irão restar alguns furos na parte de cima do aro, gire o par vizinho que você escolheu, mantendo uma abertura entre eles bem parecida com a de outro par vizinho da flange de baixo, conte 11 furos já com esses 2 raios e coloque os niples.
Atenção: As roscas destes raios devem ficar próximas dos furos no aro, e bem proporcionais, se uma ficar perto e a outra longe, está errada a posição.

img-Montando_Roda_de_Bike_05

Montagem dos raios na outra flange.

Na sequência distribua esses raios escolhendo 1 desses 2 sentidos, pra esquerda ou pra direita, 1 raio a cada 4 furos livres, lembrando de cruza-los um por cima do outro.
A roda está montada, só falta a centralização, mas pra adiantar o serviço, vamos apertar um pouco todos os niples na mesma proporção, e dá pra fazer isso com as chaves de raios ou com chave de fenda. A escolha dos raios no tamanho certo ajudam nessa hora, se eles foram maiores que o necessário, não dá pra usar a chave de fenda, pois a rosca ultrapassa o niple!

img-Montando_Roda_de_Bike_06

img-Montando_Roda_de_Bike_11

As chaves de raios pedem ter vários formatos e medidas.

No alinhador dá pra saber se o trabalho será fácil ou não observando o balanço da roda, o desalinhamento lateral é mais fácil de ajustar, mas quando ela está com pulo, dá mais trabalho.
O pulo quer dizer que apertamos muito alguns raios, e pra corrigir isso será necessário soltar vários raios e apertar outros, para que o aro se mova na raiação.

Uma forma de ler o PULO é essa, todo esse trecho do aro está muito para baixo, e não é só apertar esses niples pra ele subir, temos que soltar os de cima pra que o aro consiga subir, é um trabalho de paciência.Agora foi, já posso partir para o balanço lateral.

img-Montando_Roda_de_Bike_09

O balanço ou desalinhamento lateral utiliza uma regra simples, está pegando aqui, puxe o aro para lá, apertando os niples daquele lado. Até um certo ponto do trabalho é assim, ou você aperta os 2 raios de lá que ficam próximos a esse que está pegando, ou solta um pouco esse pro aro voltar, mas as vezes é necessário soltar esse aqui e puxar os de lá, liberando espaço para o aro se mover.

img-Montando_Roda_de_Bike_10

img-Montando_Roda_de_Bike_13

No final do processo de alinhamento, pressione a roda no chão alternando a posição das mãos, isso remove pontos de tensão entre niples e aro. Faça isso nos 2 lados da roda e coloque ela novamente no alinhador para ajustes finais.

Quando você acabar essa etapa, tire a roda do alinhador, apoie o eixo no chão e force a roda para baixo mudando a posição das mãos, faça isso nos dois lados e volte para o alinhador, dê uma nova conferida e faça ajustes se necessário.
Pronto, agora é colocar a fita de proteção, pneu e câmara e colocar na bike.

img-Alinhador_de_Rodas_Pedaleria

O alinhador de rodas criado pela Pedaleria, tem as mesmas funções do modelos profissionais.

Se você não tem um alinhador de rodas, faça o seu, o projeto completo está neste link:

http://www.pedaleria.com.br/alinhador-caseiro/

Bom Pedal!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (21)

  1. douglas

    edu tudo bem queria q vc fizesse um video ensinando alinhar aro com o relogio comparador eu tenho um alinhador com os dois relogios comparadores mais ñ sei usar

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Douglas, o serviço deve ser feito primeiro com os sistemas normais, e por último com os relógios. Eles são muito sensíveis, as indicações dos ponteiros parecem exageradas, mas o movimento é mínimo, décimos de milímetros, muito difícil de ZERAR, mas a roda pode estar muito boa!
      Qualquer dia a gente faz esse vídeo, obrigado pela sugestão!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • douglasxuverinho@hotmail.com

        valeu mesmo edu um abraço

        Responder
        • Edu Capivara

          Abraços Douglas!
          Edu Capivara

          Responder
  2. Vinicius Pacheco

    Ola Edu. Tem como montar uma bmx em um quadro aro 20 da Mormaii? Onde compro as peças nescessarias?

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Vinicius, essa Mormaii é uma BMX ou é uma urbana aro 20?
      As peças para BMX você você compra nas lojas físicas ou pela internet, mas alguma peças só servem nos quadros certos, BMX.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • Vinicius Pacheco

        É uma bicicleta cross.

        Responder
        • Edu Capivara

          Sim Vinicius!
          Abraços;
          Edu Capivara

          Responder
  3. francisco

    Oi Capi, boa noite!
    O vídeo não está funcionando. Tentei em IE, no Edge, Google Chrome e nada.
    Obrigado
    Francisco

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Francisco, obrigado por avisar, a matéria estava sem vídeo!
      Se tiver qualquer dificuldade em assistir vídeos no site (pedaleria.com), lembre que eles estão em nosso Canal no You Tube, inscreva-se!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  4. francisco

    Capi, bom bia!
    Por favor, qual é a marca desse alinhador de roda maravilhoso que você tem nessa bancada também maravilhosa. Ah! Os relógios de precisão também vem junto ou são adquiridos separadamente?
    Obrigado,
    Francisco Alonso Colom

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Francisco, compramos esse centrador bem no início da Pedaleria, o importador não traz mais, é uma pena!
      Ele é super profissional, com relógios comparadores para a roda ficar perfeita, e custaria hoje mais de 3 mil Reais.
      Dá para colocar relógios comparadores em outros centradores, mas como são aparelhos de precisão, deve ficar muito caro fazer isso.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  5. Marcelo

    E aí Edu, tudo bem?? Estou com uma dúvida sobre o assunto. Estou montando uma Fixa e na hora de fazer a montagem da roda pensei em um visual mais limpo, sem aquele emaranhado de raios, existe alguma maneira de adequar o processo de raiar as rodas utilizando raios mais grossos e em certa configuração que possibilite a utilização de menor quantidade de raios ou isso depende do tipo de aro com resistências específicas?? Obrigado pela atenção!

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Marcelo, a furação dos aros e dos cubos determina como ela será, a única coisa que dá pra fazer é escolher quantas vezes os raios irá se cruzar, depende do comprimento dos raios e do tamanho da flange do cubo, e também dá pra fazer raiação radial (reta) na roda dianteira e também no lado oposto da catraca, mas para as fixas, a roda pode ficar fraca.
      https://www.youtube.com/watch?v=eDtkMkwW71U
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • Marcelo

        Entendi Edu, Obrigado pelas explicações, vou tentar adotar essa raiação radial na dianteira. Sucesso com o Pedaleria, ótimo canal!!! Abraço.

        Responder
        • Edu Capivara

          Obrigado Marcelo!
          Abraços;
          Edu Capivara

          Responder
  6. Luiz

    Olá Capivara! Tenho um aro 26 que está com um pequeno amassado na parede, próximo do encaixe com o pneu. Existe alguma maneira de “desamassar” isso? Andar assim pode prejudicar o pneu? Abraço

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Luiz, tem estragos d todos os níveis, geralmente tira-se o pneu, apoia um pontalete na aba amassada (por dentro ou por fora), de acordo com a posição do amassado, e bate com martelo de poliuretano.
      Também é possível usar alicate de pressão, protegendo o aro com couro ou borracha, até madeira fina, tipo MDF.
      Se a pancada amassou também o topo do aro (parte onde tem os furos para raios), dificilmente ficará bom!
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  7. Kalki Carvalho

    Boa noite Edu,
    Pela primeira vez enraiei as próprias rodas da minha bike, sem tutorial ou ajuda de ninguém. Fiquei com uma dúvida ao ver seu tutorial, pois ao invés de pular 11 furos entre raios vizinhos, pulei 7. Ou seja, um raio no primeiro furo e outro no sétimo. E olhando nos furos do cubo o normal é o raio “1″ se cruzar com o raio “6″, mas na minha o raio “1″ se cruza com o raio “4″. Vê se entendeu minha explicação e me diz se posso usar assim mesmo, se pode haver problemas, se fica mais frágil, etc… Agradeço desde já. Muito obrigado.
    Kalki Carvalho.

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Kalki, em primeiro lugar parabéns, esse trabalho não é para qualquer um, tem que ter a manha e muita paciência.
      Pode deixar assim, existem muitas formas (cruzamentos) de fazer isso, meu tutorial sugere um dos mais comuns.
      Quanto mais os raios se cruzam, mais forte fica a roda, e isso requer raios mais longas, mais deitados. Hoje é comum ver rodas com raiação radial (raios retos que não se cruzam), e mesmo assim são fortes, então a sua está ótima!
      Abraços;
      Edu Capivara.

      Responder

Deixe uma resposta