Esticador de corrente para Single Speed

BNR_Esticador_de_Corrente
Esticador de corrente para Single Speed,

Dicas, Novidades, Videos

19

Já tentou montar uma fixa ou single speed com quadros de gancheiras verticais?

Quando a gente quer montar uma bike urbana customizada pensa logo nos quadros de MTB ou Road bike, por que muitas vezes a gente já fez um upgrade na bike oficial, e esses quadros estão lá parados, mas o problema é que eles tem gancheiras verticais, e o que a gente precisa são quadros com gancheiras horizontais, onde é possível soltar a roda e esticar a corrente. Você seria o cara mais sortudo do mundo se encontrasse uma relação legal, boa de pedalar, que encaixasse certinho nesse espaço. O número de dentes das coroa e do cog teriam que ser exatos, pra corrente ficar esticadinha. Nas tentativas de ajustar a corrente a gente coloca um elo e sobra, tira um, falta, e nunca dá certo!

img-Esticador_de_Corrente_Modelos_de_Gancheiras

Nas gancheiras verticais, o câmbio faz o papel de esticador da corrente, e nas horizontais, é só soltar a roda e posiciona-la mais para trás.

Mas dá pra resolver isso fabricando um esticador de corrente bem original, usando peças de bike mesmo, mas com relação ao cubo que você irá usar existem muitas opções, troca por um single, de fixa por exemplo, ou  adaptar o seu cubo para marchas (Freehub), escolhendo um cog e colocando espaçadores para manter ele na posição. O esticador tem que ser bem feito, forte e elegante. Vamos usar um braço do V-brake de alumínio. Hoje é possível encontrar esses freios novos ou usados com preços bem em conta, já que todo mundo está preferindo o freio a disco! Procure nas oficinas e bicicletarias, deve ter uma caixa cheia deles. Vamos precisar também de uma roldana de câmbio, que você também consegue nas oficinas, ou tira do câmbio da bike que está transformanda em single.

img-Esticador_de_Corrente_Pecas

Braço direito do V-brake e roldana de câmbio – materiais fáceis de conseguir em oficinas e bicicletarias.

Vamos precisar de alguns parafusos, se possível, instale os de inox, pois eles não enferrujam! Para esta bike da matéria, usei os seguintes parafusos: 1 Allen M5x35 – essa medida pode variar de acordo com a posição que o cog ou pinhão fixo fique no cubo, é preciso estar tudo bem alinhado. 1 Allen M8x30 – cabeça cônica – para fixação do braço do V-brake na gancheira. 1 Allen M6x35 – para esticar a corrente. Este parafuso vai instalado onde fica a sapata de freio no V-brake. Porcas Parlock para todos eles. A porca Parlock possui um anel de plástico na borda externa, ela impede que o parafuso se solte e é conhecida também como porca travante. Vamos usar um total de 5 porcas, 1 para o M8, 2 para o M5 e 2 para o M6.

img-Esticador_de_Corrente_Parafusos

Nesta bike, o parafuso que fixa a roldana tem 35mm de comprimento, mas esta medida pode variar de acordo com a posição da catraca, pinhão ou cog montado no cubo.

O braço do V-brake é o direito, onde a gente arremata o cabo de aço, e ele deve ser igual a este da foto, pois o outro tipo, que fixa o cabo por cima, não serve, ele não permite a instalação da roldana! Será preciso cortar a bucha de encaixe do V-brave para que ele fique bem rente a gancheira, e vamos fazer a instalação na gancheira da bike com o Allen M8, de dentro para fora. Aperte o suficiente para ele se movimentar, mas sem folga. Ele terá que se movimentar toda vez que for tirar a roda do quadro. img-Esticador_de_Corrente_Modelo_Correto

img-Esticador_de_Corrente_V-brake

Cortando a bucha de latão do V-brake, é possível fazer uma instalação bem rente a gancheira, facilitando o alinhamento com cog ou pinhão posicionados no extremo direito do cubo (próximo a gancheira).

Instale a roldana com o parafuso Allen M5 na ponta do braço do V-brake, verificando o alinhamento com o cog, catraca ou pinhão fixo, se for preciso, ajuste a posição com porcas ou arruelas espaçadoras, e até mesmo um parafuso de outro comprimento.

img-Esticador_de_Corrente_Tirando_Roda

Soltando um pouco este parafuso a corrente perde tensão, permitindo desencaixar a corrente da roldana para retirada da roda.

Para finalizar a instalação instale o parafuso Allen M6 no corte onde ficava a sapata de freio no V-brake, com 2 porcas, 1 para fixar o parafuso e outra na ponta, para aumentar a área de contato com o quadro. Este parafuso terá a função de esticar a corrente. Daria para instalar algum tipo de mola entre o braço do V-brake e a gancheira, pra esticar a corrente automaticamente, mas isso complicaria o processo para quem faz essa adaptação em casa, além de não servir para as bikes fixas, pois elas necessitam da corrente muito estica, sem nenhum tipo de movimento. Para a Single, a corrente deve ter uma folga mínima, se ficar muito esticada pode reter parte do esforço da pedalada e causar desgaste prematuro dos componentes da transmissão.

img-Esticador_de_Corrente_Chaves

O esticador permite muitas regulagens, mas o tamanho da corrente irá determinar o ângulo de abertura dele, lembrando que correntes curtas permitem pouca folga, dificultando a liberação do braço da roldana na hora de tirar a roda.

Existem várias opções de cubos para Single Speed e Fixas, mas também dá pra adaptar um Freehub deixando apenas um cog e calços (buchas espaçadoras) para preencher o espaço vago no corpo do Freehub. Nesta bike, colocamos um pedivela single com coroa de 46 dentes, o mesmo usado nas Fixas. O cog escolhido foi o de 21 dentes e a corrente grossa KMC modelo K710 1/2 X 1/8 de BMX.

img-Esticador_de_Corrente_Cubo_Fixa

Cubo para Fixas e Single Speed – rosca dos dois lados do cubo permitem utilizar pinhão fixo ou catraca.

img-Esticador_de_Corrente_Espacador_Freehub

Freehub adaptado para receber apenas 1 cog.

Para montar essa urbana a partir de uma MTB 29, removemos os câmbios, alavancas de mudança, parte do cassette e a pedivela de 3 coroas, e substituímos os pneus 29 X 2.10 por pneus 700 X 32, e o resultado foi a redução de 4,5Kg no peso da bike, melhorando muito o seu desempenho na cidade.

img-Esticador_de_Corrente_Pecas_Retiradas

A retirada destas peças e a substituição dos pneus MTB por modelo urbano aliviou o peso da bike em 4,5Kg!

img-Esticador_de_Corrente_Bike

Urbana apimentada da Pedaleria, transformada a partir de uma MTB aro 29″.

Bom pedal!

Agradecimentos a Joytech (bicicleta, pedivela, freios e corrente).

Tags: , , , , , , , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (19)

  1. Wendell Lucas

    Muito bom, parabens. pretendo tentar fazer na minha proxima semana seguindo o tutorial. Já devem ter me visto comentando as postagens no Facebook.
    Obrigado e abraço a equipe toda.

    Responder
    • Edu Capivara

      Vi sim Wendell, obrigado por participar com a gente!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  2. Carina

    Não é recomendado usar esse tipo de esticador em Fixa. Só serve em roda livre. Usar em fixa é risco de acidente grave.

    Responder
    • Edu Capivara

      Valeu Carina, obrigado por participar!
      Testo isso essa semana!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • João Vitor

        Olá Edu eu, assim como a Carina estou com dúvida quanto essa parte do pinhão fixo, será que aguenta a pedalada pra trás, ou a freada? Ou para ficar parecido com uma fixa que tal por um freio contra pedal , será que aguenta a força da corrente?

        Responder
        • Edu Capivara

          Oi João, falei pra Carina que iria testar mas ainda não testei!
          Assim que possível falo pra vocês ok?
          Abraços;
          Edu Capivara

          Responder
          • João Vitor

            ok Edu vcs são 10!!!

  3. Luan Quartezani

    Ótima idéia!
    Estava tentado a comprar um tensor mas o preço é exorbitante pelo tamanho da peça e pela sua função. E quando vi essa idéia pensei “é isso, porque nao pensei nisso antes”.
    No mais obrigado por postar e abrir minha mente..rs

    Responder
    • Edu Capivara

      Valeu Luan, espero que monte o seu rapidinho, qualquer coisa, pergunta ok?
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  4. Rafael

    Massa! Legal mesmo! Bom a diversidade de assunto e a possibilidade do D.I.Y., ainda mais com reuso de materiais, sigabéns!

    Responder
    • Edu Capivara

      Valeu Rafa, obrigado por acompanhar!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  5. allan marquezini

    edu, sabe se funciona no contra-pedal? e se o cubo de contra-pedal serve em qudro para bikes de marcha? tenho na minha SS uma roda com aros extreme 29 e um velosteel. to querendo trocar o quadro por um de aluminio e não sei se vai dar o distanciamento correto.

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Allan, precisa achar um braço de V-brake mais parrudo pra isso, os fazer uma peça de ferro, pois quando acionamos o contra pedal, a parte de baixo da corrente é que força mais, se apoiando muito no esticador.
      o que você pode fazer é pegar uma chapa de 2cm de largura e fazer um apoio entre o chainstay e a roldana, te mando o desenho no e-mail.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  6. MarchaFixa

    Esse esticador não funciona em bike fixa (com pinhão fixo de pista), não aguenta o torque. Esticador de corrente para fixa só’ funcionam aqueles específicos para gancheira horizontal de pista. Ats, MarchaFixa – blog Bike Fixa Brasil

    Responder
    • Edu Capivara

      Ok Marcha Fixa, obrigado!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  7. Sandro Lima

    Edu….. montei minha catrata de rosca mais agora a corrente fica saindo…. como faço para alinhar…. montei uma single..!

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Sandro, esse alinhamento é feito através do tamanho do parafuso da roldana, quanto mais o pinhão está perto do cubo, maior será o parafuso com a roldana. O alinhamento do pinhão com a roldana é a coisa mais importante nesse projeto.
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  8. Luiz Douglas

    Grande Edu, cara é muito legal ver os vídeos informativos que você faz, mas o bom mesmo são os erros, esses são o charme dos teus videos,não paro de rir. Você tem ajudado a nos ciclistas em muito com suas dicas e ensinamentos. Valeu amigo. Um abraço de todos ciclistas de Sergipe pra você.

    Responder
    • Edu Capivara

      Legal Luiz, obrigado por acompanhar a gente!
      Um grande abraços a todos os ciclistas de Sergipe!
      Edu Capivara

      Responder

Deixe uma resposta