Como montar uma Road Bike

Como montar uma Road Bike,

Dicas, Road Bikes

0

Veja o passo a passo para montar sua bicicleta de estrada em casa

Você gosta de Road Bike e não dá pra comprar uma pronta, mas também não quer comprar uma usada, que tal montar uma nova do zero?

img-Montando_Road_Bike_01

Como a grana está curta, muita gente compra as peças aos poucos, escolhe um quadro, o grupo de peças, e não vê a hora de ter tudo pra poder começar a montagem.
Neste vídeo a gente mostra exatamente isso, a nossa Road Bike é de entrada, será equipada com o grupo Shimano Claris de 16 velocidades e alguns componentes PRO.

img-Montando_Road_Bike_08

Grupo Shimano Claris de 16 velocidades.

Como já falamos nos vídeos montando a MTB e a BMX, pra fazer isso em casa você tem que ter as ferramentas básicas, chaves para cassette e movimento central são insubstituíveis, mas já mostramos alguns truques para ferramentas alternativas, um parafuso 5/8 por 7 polegadas para fazer o papel da prensa de caixas de direção, a porca 1.1/2 polegadas para encaixar a pista no garfo, e até mesmo o cavalete de manutenção, mas se preferir, você pode comprar ou leva em uma oficina pra instalar apenas aquele componente mais complicado, os links das ferramentas alternativas são estes:


img-Montando_Road_Bike_02

img-Montando_Road_Bike_05

A prensa para instalar caixas de direção, pode ser substituída por uma parafuso 5/8 com 7 polegadas de comprimento, e algumas arruelas.

img-Montando_Road_Bike_06

Para instalar a pista no garfo, é necessário usar um tubo socador, mas a porca de 1 polegada e meia é perfeita para esse trabalho, ela apoia bem e distribui as pancadas do martelo por igual.

O primeiro passo é escolher quadro e garfo, e tem muitas opções e preços no mercado. A bike que eu vou montar é de entrada, mas serve de referência pra você que montar uma mais sofisticada, pois a instalação dos componentes e ajustes é sempre muito parecida.

CAIXA DE DIREÇÃO, GARFO E AVANÇO
A primeira etapa de qualquer montagem desse tipo é instalar tudo que dá suporte a outros componentes, então comece pela caixa de direção o garfo, avanço e canote de selim. Na sequência as rodas, colocando pneus e câmaras e instalando o Cassette no cubo traseiro, e pra fazer isso será necessário usar a chave certa, um soquete estriado.

img-Montando_Road_Bike_03

O mercado está abastecido de quadros e garfos para bicicletas de estrada, eles podem ser em alumínio ou carbono.

img-Montando_Road_Bike_04

Inicie pelas peças que dão suporte a outros componentes, fica mais fácil!

MOVIMENTO CENTRAL E PEDIVELAS
Outro componente que requer ferramenta especializada é o movimento central, a pedivela Shimano Claris tem eixo integrado, ou seja, ele já vem preso no braço direito, o das coroas, o central é oco, são caixas com rolamentos, e a chave certa é outro soquete estriado, mas esse é bem maior!
Fora isso, as ferramentas são chaves allen 4 e 5mm, chave 15mm para os pedais e chave Phillips para ajustar os câmbios, e uma boa bomba pra encher os pneus, que nas Road Bikes fica na média de 100/110PSI.

img-Montando_Road_Bike_07

1 – Instale as caixas de direção na mão, a ferramenta entra só no aperto final;
2 – Use um guardanapo de papel entre a caixa e o soquete, isso evita riscos na peça;
3 – Encaixe a pedivela Integrada com o eixo lubrificado;
4 – Instale o braço esquerdo da pedivela, fazendo o ajuste de pressão através da porca de nylon, depois aperte os 2 parafusos allen M5 para finalizar.

ALAVANCAS DE DUPLO COMANDO – STI
Como a gente já montou os componentes que dão suporte a outras peça, agora na segunda etapa vamos iniciar pela instalação das alavancas de mudança e câmbios. Essas alavancas de duplo comando acionam freios e câmbios, na mesma peça, e a posição delas no guidão requer um bom olho ou medidor de ângulo.
Com a bike no chão e apoiando um medidor de ângulo na parte de cima guidão e na parte reta da manete, tem que dar zero ou até no máximo 5º, aí é só dar uma olhadinha no alinhamento (olhando por cima), e apertar o parafuso de fixação.

img2-Montando_Road_Bike_01

O ângulo ideal para as manetes (STI) no guidão, fica entre zero e 5º.

Olha que interessante, nas MTBs a gente consegue esticar ou soltar os cabos dos câmbios até com a bike andando, dá pra fazer isso nos Rapidfire, no Revoshift, mas nas alavancas das Road Bikes não dá, e o ajuste dessa tensão do cabo é feita direto no cambio traseiro, da mesma forma que nas MTBs, mas para o câmbio dianteiro tem um esticador no meio do caminho do conduite que sai do STI, e a posição ideal pra ele é próximo da frente do quadro (Headtube).
No grupo Sora, os cabos saem por aqui, eles não são embutidos assim, e aqui nessa saída tem esticador, mas assim é mais bonito, mais limpo o visual!

img2-Montando_Road_Bike_02

Quando o STI tem conduites embutidos, o esticador do cabo do câmbio dianteiro, é uma pequena peça no primeiro segmento de conduite saindo da alavanca.

CÂMBIOS
Ao escolher o câmbio dianteiro, verifique se a medida da braçadeira corresponde a medida do tubo do quadro, pois existem 2 medidas, o 31,8mm, que já vem com um redutor para 28,6 e o maior, 34,9 para quadros com canotes de maior diâmetro.

img2-Montando_Road_Bike_03

Existem 3 medidas para a braçadeira do câmbio dianteiro, a 31,8, que alguns modelos já vem uma bucha redutora para 28,6mm, e a maior, com 34,9mm, para quadros com canotes de maior diâmetro.

Na instalação do câmbio dianteiro, a posição do transportador da corrente com relação a coroa maior, fica com um vão de mais ou menos 3mm, mas os câmbios Shimano vem com um adesivo indicando a posição, com o desenho dos dentes da coroa como referência, aí fica mais fácil instalar. Olhando por cima você verifica o alinhamento da peça, bem paralela a coroa.

img2-Montando_Road_Bike_04

O vão entre o transportador da corrente e a coroa, é de mais ou menos 3mm, o adesivo indica a posição exata da instalação.

CORRENTE
Pra medir o tamanho da corrente você coloca a corrente na maior coroa e no maior pinhão (cog), sem passar pelo câmbio traseiro, a corrente deve se sobrepor 2 links, abra a corrente retirando um pino, e pra fazer a emenda nas correntes Shimano, use o pino longo, depois de instalado, é só quebrar o excesso.

img2-Montando_Road_Bike_05

A emenda das correntes Shimano é feito com um pino longo passante, após sua instalação com a chave de corrente, quebre o excesso de pino usando um alicate.

Com a corrente instalada, vamos regular os câmbios. O primeiro passo é pedalar pra experimentar, e pra fazer as trocas, nem precisa usar as alavancas, dá pra mover o câmbio traseiro com a mão!
Olhando por trás dá pra ver o alinhamento da roldana superior com o menor e com o maior pinhão, se precisar ajustes, você faz isso usando os pequenos parafusos “L” e ‘H”. Outro detalhe importante é a tensão do cabo, fez uma mudança na alavanca e não houve a troca, cabo frouxo, fez uma mudança e subiram 2 marchas, cabo esticado demais, esse tipo de ajuste dá pra fazer nos esticadores até um certo limite, a gente tem um vídeo especifico sobre tudo isso no nosso canal, “Como ajustar os câmbios da Bike”.

img2-Montando_Road_Bike_06

Para regular o câmbio traseiro, inicie verificando se há alinhamento do menor e do maior cog com a roldana superior do câmbio, esse ajuste é feito nos parafusos L e H.

FREIOS
Como a gente já mediu os conduites que saem do guidão, agora é só finalizar o esticamento de cabo, mas antes coloque as sapatas de freio na posição, verificando se não pegam nos pneus no momento fa frenagem.
Para ajustar a centralização do freio no quadro e no garfo, utilize uma chave de boca de perfil chato, a porca de 13mm fica entre o quadro e o freio.

img2-Montando_Road_Bike_07

FITA DE GUIDÃO
Comece enrolar a fita pela ponta do guidão, com metade da fita pra fora, cada volta cobre no máximo metade da largura da fita, e chegando nas manetes você faz o X que o Tiago ensinou em um vídeo sobre essa instalação.
O arremate final é com a fita isolante, e em cima dela a fita adesiva com a marca do produto.

img2-Montando_Road_Bike_08

Ao instalar os pedais, use graxa nos eixos, e atenção com o lado de cada um! O pedal direito, com a letra “R” tem rosca normal, horária, e o esquerdo é o “L”, tem rosca contrária, anti-horária, aperte com chave 15, se não tiver uma chave mais longa.
Alguns modelos tem entrada para chave Allen 6mm.

Finalizamos a montagem com o ajuste do selim. Como esse ajuste é básico, sem fazer Bike Fit, posicione o carrinha inicialmente no meio do curso das hastes, coloque a bike no chão e com um nível deixe ele bem na horizontal, aperte o pasrafuso e está pronta a nosso Road Bike.

img2-Montando_Road_Bike_09

Sem fazer o Bike Fit, fica difícil localizar a posição ideal do selim no carrinho do canote, uma posição mediana pode ser mantida até experimentar a bike.

img2-Montando_Road_Bike_10

Com a bike no chão e utilizando um nível, acerte o selim deixando ele na horizontal.

Então é isso pessoal, fazendo com cuidado, sem pressa e com poucas ferramentas específicas, dá pra fazer esse trabalho em casa, minha primeira MTB montei em cima da minha cama, com ferramentas simples!
Se preferir, leve todas as peças e o quadro na sua oficina de preferência.

LISTA DE PEÇAS UTILIZADAS NESSA BIKE:

Quadro e garfo Road em alumínio
Grupo Shimano Claris R2000 – 2017
Alavancas de duplo comando 2×8 velocidades, câmbio dianteiro, câmbio traseiro, pedivela com eixo integrado, movimento central BB-RS500 Hollowtech II , freios side pull, cassette HG50 8V. corrente CN-HG98
Componentes PRO
Guidão Pro LT 420mm, alumínio
Avanço ProLT 100mm 6 graus positivo/negativo, alumínio
Caixas de direção Pro RS11 semi-integrada 44mm
Canote Pro LT 30,9mm x 400mm, alumínio
Selim Pro Falcon
Braçadeira de selim Pro com blocagem, 34,9mm
Pedais Clip PD-R540
Fita de Guidão Velo
Rodas Vzan Clamber 700 Clincher
Câmaras de ar Schwalbe 700×25
Pneus Schwalbe Durano Plus 700×25
PESO 9.3Kg

Bom Pedal!

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Deixe uma resposta