Cilindro de CO2 caseiro – Enchendo pneus Tubeless sem compressor

Cilindro de CO2 caseiro – Enchendo pneus Tubeless sem compressor,

Dicas, Videos

0

Cilindro de CO2 caseiro. Como fazer um?

Quem já tentou sabe, é impossível encher pneus tubeless sem um compressor, já que o pneu tem que receber uma grande quantidade de ar na hora, para que ele se expanda e vede a passagem de ar entre ele e o aro.
Sabia que, com uma garrafa Pet e algumas peças dá pra fazer um cilindro de CO2 que você enche com a bomba, e ele descarrega uma grande quantidade de ar, capaz de inflar esse tipo de pneu?

img_Enchendo_Pneu_Tubless_01

Garrafa Pet, conexões de latão 1/4 de polegada, abraçadeiras, bico de encher pneus e mangueira 5/16 são as peças necessárias para fabricar o cilindro de CO2.

Pra fazer esse acumulador vamos precisar de conexões de latão de 1/4”, peças para circuitos de ar, compressores etc, uma arruela lisa de 1/2”, mangueira de borracha e abraçadeiras medida 5/16, um bico de encher pneus, fita teflon e uma garrafa Pet com algumas algumas tampas extras.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_05

img_Enchendo_Pneu_Tubless_06

As ferramentas para esse trabalho são a furadeira, brocas para metal, broca chata para madeira na medida 1/2”, estilete e chaves 14 e 15mm.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_04

A primeira coisa a fazer é marcar o centro da tampa e furar com a broca para madeira. Não dá pra fazer um furo perfeito em uma parede fina como essa da tampa com brocas convencionais, o furo fica muito ruim e o ar vaza. Para matar a folga entre o bujão e o “T”, local onde vai a tampa da garrafa, precisamos fazer uma bucha ou se preferir, corte parte da rosca.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_02

Fure o centro da tampa com broca chata de 1/2″. Usando baixa rotação na furadeira dá pra segurar a peça com a mão.
O bujão que segura a tampa é longo, corte parte da rosca ou faça buchas para acabar com a folga.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_03

Para furar a arruela de vedação hidráulica com segurança, fixe a peça com 2 pequenos pregos. O mesmo pode ser feito com a tampa “apenas para fabricação das buchas”.

Antes de montar as peças da tampa, vamos furar o bujão, pois ele vem fechado. A seguir vamos montar todas as conexões que vão nesse “T”, colocando a arruela lisa de 1/2″ entre a tampa e o “T” para dar mais apoio e ajudar a diminuir a folga entre as peças.
A fita teflon deve ser usada em todas as roscas para que o ar não vaze.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_09

Fure o bujão para abrir passagem de ar para a garrafa. O furo pode ter de 6 a 9mm de diâmetro.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_07

A sequência de montagem desta parte é Bujão com bucha dentro da tampa e arruela de 1/2″ sobre o “T” fêmea.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_08

Use fita Teflon em todas as roscas.

Para alimentar a garrafa vamos montar algum tipo de bico bico para encher com a bomba, pode ser de carro ou bicicleta, e dá pra fazer isso de 3 formas diferentes, a primeira utiliza uma porca de compressão, que é parcialmente tapada em um lado e um bico de encher pneu de carro. Essa peça é descartada na troca por uma nova, você consegue de graça nas borracharias e casas de pneus.
Você terá que lixar parte da borracha, mas deixar uma saliência pra agarrar dentro da porca de compressão, use algum lubrificante para montar e não aperte muito a porca, ela pode expulsar o bico.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_10

Desbaste parte da borracha de um bico de roda de automóvel para que entre bem justo na porca de compressão.

A outra forma de fazer o bico de alimentação é usar mais uma Espigão Mac, peça para conectar uma maneira com braçadeira, e desbastar bem esse bico para que ele fique bem paralelo e entre na mangueira 5/16.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_11

Desbastando bem a borracha do bico de roda de automóvel, dá para instalar a peça em um pequeno pedaço de mangueira 5/16″ e prender com braçadeiras.

A terceira forma é usar um bico de válvula Presta, de uma câmara de ar estragada, é só cortar e lixar o pé de borracha até que ela entre no bujão, que deve ser furado na medida dessa válvula, 6mm. Para finalizar, colocamos a porca redonda original e montamos no “T” fêmea.
Na sequência vamos montar o restante das partes e por fim, colocar ar no sistema utilizando a bomba manual ou de pé.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_12

Corte e desbaste a borracha de uma válvula Presta até que ela entre no bujão.
Fure o bujão com broca de 6mm – diâmetro externo da válvula Presta.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_13

img_Enchendo_Pneu_Tubless_14

Com uma boa bomba, coloque pouco mais de 90 PSI na garrafa, suficiente para inflar 2 pneus tubeless 29×2.30.

img_Enchendo_Pneu_Tubless_15

Com o bico de contato, o reservatório libera de uma vez grande quantidade de ar, fazendo o pneu se expandir vedando os espaços entre pneu e aro.

Dá pra colocar de 80 a 100 PSI na garrafa, e ela aguenta bem mais, mas a tampa não aguenta tanto assim, portanto use apenas a bomba de mão ou de pé. Com essa capacidade de ar, dá pra encher 2 pneus tubeless na medida 29×2.3 e fazer eles se encaixarem bem no aro, depois é só aplicar o selante pelo bico ou abrindo uma pequena sessão do pneu utilizando 2 espátulas.

Bom pedal!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Deixe uma resposta