Que tal desmontar o Central 3 peças?

Que tal desmontar o Central 3 peças?,

Manutenção, Videos

10

Desmontando o movimento central de 3 partes

O movimento central de 3 peças é um componente muito encontrado em bikes de entrada, e diferentemente do central cartucho, o modelo 3 peças é sujeito a folgas e requer ajuste fino na montagem e na manutenção, já o cartucho selado, é só instalar.
Durante a evolução das bicicletas, o modelo com 3 peças substituiu seu antecessor, o movimento central com chavetas no eixo, um sistema pesado e sujeito a folgas e até mesmo a quebra do eixo central devido aos cortes para encaixar as chavetas.

img_Central_3_Pecas_02

Ele é simples e leve, mas não tem boa vedação e requer ajustes nas manutenções.

img_Central_3_Pecas_07

O movimento central cartucho é blindado para água e pó, quando instalado, dispensa outros ajustes, já está pronto!

Esse componente é encontrado em diferentes configurações, todos com o anel externo para fazer a imobilização final e o ajuste fino da pressão ou folga no eixo através da parte central que fica montada no lado esquerdo do quadro.

img_Central_3_Pecas_03

Lado esquerdo do movimento central 3 peças – diferentes formatos para o mesmo sistema.

img_Central_3_Pecas_10

img_Central_3_Pecas_01

Estas são as ferramentas mais utilizadas na montagem e manutenção do movimento central 3 peças.

Existem 3 modelos diferentes do mesmo componente, e cada um deles utiliza um tipo de ferramenta pra fazer esse ajuste:
No modelo mais simples dá pra utilizar uma chave inglesa grande ou o alicate bomba d’água, pois a altura dessa borda de 16mm permite, mas se for uma chave inglesa pequena, ela pode não alcança as duas saliências da peça.

img_Central_3_Pecas_08

img_Central_3_Pecas_11

O outro modelo tem um formato de porca na medida 26mm, e nele a gente utiliza a chave de boca ou a chave inglesa pequena, fica mais fácil.

img_Central_3_Pecas_09

O modelo com 2 ou 6 furos é bastante tradicional nas bicicletas de estrada mais antigas, o ajuste nessa peça é feito com a pinça de pino ou uma chave articulada em “Y” com 2 pinos.

img_Central_3_Pecas_05

O modelo de movimento central 3 peças ajustado por ferramenta com pinos já foi muito utilizado em bicicletas de estrada (Road Bike).

O anel externo que faz o fechamento, geralmente é movimentado com uma chave de fenda velha, uma talhadeira, e essa peça fica muito feia estragada. Nela devemos usar a pinça de garra ou a chave de garra, que é a mesma ferramenta utilizada no pinhão das bikes fixas.

img_Central_3_Pecas_04

A pinça de garra é uma das ferramentas utilizadas para soltar e prender o anel trava.

A pesar dos formatos diferentes, a montagem segue o mesmo padrão de instalação dos centrais com roscas na medida 34,7, rosca esquerda (sentido anti-horário) no lado direito do quadro (o lado das coroas), e rosca direita (sentido horário) no lado esquerdo, o lado do fechamento.
Na primeira montagem inicie pelo lado direito, instalando a caixa com borda, ela para encostada no quadro, deixe ela pronta, com graxa e colar de esferas posicionado, e não esqueça a graxa na rosca do central, isso facilita a montagem e desmontagem!

img_Central_3_Pecas_12

Na sequencia coloque o eixo e a outra caixa – a do anel. O ajuste deve ser de médio para apertado, pois se você  deixar o eixo rodando livre com a mão, na primeira volta com a bike irá aparecer uma bela folga.
Para finalizar a instalação, segura a parte central da caixa e gire o anel externo, se ele ficar solto ou muito apertado, solte o anel e recomeçe, ajustando a pressão da caixa no eixo.
Dependendo do desgaste observado durante as manutenções, pode ser necessária a troca das esferas e caixas, ou até mesmo todo o conjunto, por isso evite lavar a bike com máquina de alta pressão e até mangueira, pois ela pode levar areia e sujeira pra dentro da caixa, acelerando o desgaste.

Bom Pedal!

Agradecimentos a Ciclo Vila Isa.

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (10)

  1. marcio

    boa noite Edu, gostaria de saber se tem uma maneira para retirar essa rosca do lado da coroa, pois ja coloquei desengripante e usei a chave inglesa e no caso a mesma ate deformou as bordas e nem se quer moveu a rosca. O que você me diz para tentar? Obrigado desde já!

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Marcio, você está falando do movimento central que vai no quadro?
      Ele é rosca anti-horária (tem que fazer a rotação no sentido horário para tirar a peça).
      Caso esteja mesmo emperrada e portanto perdida, caso esteja sem o eixo, desmonte a serrinha de mão, passe a lâmina por dentro dela, monte novamente e serre a peça (sem cortar o quadro por acidente), rsrsrsrsr.
      É isso, entendi certo?
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  2. Gustavo

    Bom dia.
    Edu parabéns pelos seus ensinamentos, sempre assistindo e prendendo com seus vídeos.
    Extraí o pedivela depois o lado direito do movimento central, mas o lado esquerdo com a porca 26mm não sai por nada, utilizo uma chave inglesa. Tem alguma dica? Mais ou menos o mesmo problema do rapaz de cima, só no meu caso é apenas limpeza e lubrificação. Obrigado.

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Gustavo, esse lado é rosca normal (horária), e deve estar muito apertado, e como a saliência (porca 26mm) é baixa, deve escapar muito com a chave inglesa. Consegue um soquete 26mm para chave catraca?
      Outra opção seria recolocar o eixo (caso tenha tirado), colocar alguma peças, calços entre a chave inglesa e o topo do eixo, colocando uma arruela e a porca ou parafuso da pedivela, evitando que a chave escape (ela ficaria prensada), assim seria possível aplicar mais força para soltar esse lado.
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  3. Fabio Silva

    Olá Edu, estou querendo substituir o movimento central 3 peças da minha bike pelo modelo cartucho ponta quadrada, pesquisando na internet pude observar que para um mesmo modelo tem vários tamanhos, por exemplo 34,7 x 127mm, essas medidas são referente ao diâmetro e o comprimento do eixo? O comprimento do eixo do modelo cartucho deve ser o mesmo do eixo modelo 3 peças? Medindo o diâmetro no quadro onde ele é instalado, verifiquei 34mm e a largura 68mm, como funciona a especificação do modelo cartucho? Obrigado

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Fabio, tem 2 medidas para o tubo da bike, onde vaio o central, 68 e 72mm.
      34,7mm é a rosca do quadro e do cartucho, e o 127mm é o comprimento total do eixo, medido sem as pedivelas para ter certeza! O central cartucho deve ter eixo com a mesma medida do anterior.
      Vai do 110mm as 127,5mm de acordo com o desenho da pedivela.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • Fabio Silva

        Para este caso não fiquei com nenhuma dúvida, mas e se for montar uma bike nova do zero, existe alguma maneira de definir o comprimento do eixo? Esse comprimento é influenciado apenas pelo desenho da pedivela ou também pelo formato do quadro? No momento estou apenas reformando minha aro 26 mas tenho muita vontade de montar uma aro 29, e fiquei ainda com mais vontade depois que assisti seus vídeos de como montar uma bike nova do zero, por isso, de tantas perguntas. Abraços

        Responder
        • Edu Capivara

          Oi Fabio, atualmente é difícil encontrar um quadro comum que exija eixo ou pedivela especial, isso é mais comum nas bikes de Downhill.
          Geralmente os grupos de peças já tem um eixo padrão que serve na maioria dos quadros, e nos catálogos da Shimano e Sram, eles já estão relacionados com as respectivas linhas de corrente (chainline), medida que orienta a escolha do eixo da pedivela, que pode interferir nas mudanças de marcha traseiras.
          Que legal que pretende montar sua própria bike, apoio essa idéia!
          Abraços;
          Edu Capivara

          Responder
  4. João Marcelo Garim Almeida

    Ola Edu, estou com um problema… poderia me ajudar ? Como faço para retirar o movimento central de cartuxo, que esta com as duas entradas pra chave espanadas?

    Responder
    • Edu Capivara

      Putz João, isso dá trabalho e tem que destruir o cartucho!
      Se o cartucho for do tipo tradicional, de ferro do lado direito, você pode soldar (solda pequena) uma porca grande na aba dele. Essa porca tem que ter o furo de medida suficiente para passar o eixo central. desta forma você poderá usar uma chave inglesa ou fixa grande, esse lado é rosca esquerda ok?
      Quanto a tampa de nylon, depois de tirar o lado direito, corte ela com uma serrinha sem arco.
      Se ainda tiver um pouco de encaixe (estrias) nas tampas, essa ferramenta ajuda firmar e evita escapar: https://www.youtube.com/watch?v=U55MT3zich0
      https://loja.pedaleria.com/suporte-de-soquete-bb-pedros-6460210
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder

Deixe uma resposta para Edu Capivara Cancelar resposta