Câmbio novo e divertido

Câmbio novo e divertido,

Curiosidades, Interbike, Novidades, Videos

3

Câmbio novo sem complicação

Na onda dos cubos de marchas internas, a Nu Vinci Cycling Division, empresa localizada no Texas, com tradição na fabricação de veículos motorizados, apresentou seu sistema de troca de marchas CVT,sistema utilizado em alguns carros com câmbio automático, sigla que representa a transmissão continuamente variável, que proporciona trocas suaves e imperceptíveis. O modelo utiliza uma alavanca giratória deslizante, não há sinal das trocas nem o tradicional “click´´ entre as mudanças, e não é sentido nenhum tranco ou indicação, nota-se apenas o pedalar mais pesado ou mais leve. A ideia do inventor é passar a sensação de progressividade do botão de volume do rádio, onde é sentido aumento ou diminuição do som e mais nada.

A parte divertida fica por conta da simbologia no display da alavanca que mostra as trocas de marchas, uma bicicleta subindo uma montanha quando engatada em marcha leve, e ao passar progressivamente para marchas mais pesadas, a montanha vai diminuindo até ficar reta, representando um caminho plano, ideal para marchas pesadas.

Câmbio novo

Câmbio novo - NuVinci

Simples, claro e divertido, como deve ser nosso pedalar. Esperamos ver em breve essa tecnologia no Brasil.

Bom pedal!

Tags: , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (3)

  1. Rafael

    Olá Edu, onde se encontra para comprar esses cubos de marcha internas e correia dentada no Brasil. Estou com muita dificuldade de achar e quando acho, esbarro na questão do quadro (para correia dentada). Quais são as médias de valor? Abraço!

    Responder
  2. Rafael

    Oi Edu, obrigado pela resposta. Os vídeos de vocês são sensacionais! Parabéns e continuem com esse empenho. Reportando a questão em si, pois é, os modelos encontrados lá fora possuem uma gama maior. Realmente os preços são bem elevados, principalmente se quisermos uma configuração que possibilitem em uso MTB, não é verdade!! Abraço e sucesso!

    Responder

Deixe uma resposta