Bicicleta eletrica na Interbike

Bicicleta eletrica na Interbike,

Novidades, Review, Videos

12

Bicicleta eletrica ou ebike. Confira as melhores do mundo na Interbike com a Pedaleria.

A bicicleta eletrica está ganhando espaço, adeptos nos quatro cantos do mundo, passando de meras adaptações ao status de bikes profissionais, dando maior mobilidade aos usuários urbanos e aos aventureiros radicais, sejam eles bikers profissionais ou atletas de final de semana.

Tem gente que torce o nariz ao ouvir falar desse tipo de bike, confesso que também já fiz isso, até experimentar. É difícil ficar indiferente a elas, urbanas esguias, dobráveis, leves, Mountain Bikes radicais, Hard Tail (só suspensão dianteira), modelos com suspensão total, e Fat Bikes incrivelmente potentes e equipadas, todas extremamente avançadas e modernas. É claro que não são para treinos, condicionamento físico, corridas, elas são para uso urbano mais dinâmico, sem o inconveniente do suor, ótima para idosos, para quem tem algum tipo de deficiência ou limitação física, para sair pelo campo, trilhas ou subir uma montanha levando 30 quilos de equipamentos para acampar.

img-Erzberg_Edu

Alguns modelos como a Erzberg full suspension fazem muito sucesso e funcionam perfeitamente.

img-Felt_Outfitter_01

A Felt Out Fitter estilo caçador, com carreta e motor no central do quadro.

img-Felt_Outfitter_02

Definitivamente não são bikes para preguiçosos, pois tem que pedalar para o motor entrar em funcionamento (pedal assistido ou PEDELEC), e manter o pedalar para ele trabalhar de forma ininterrupta.

Na maioria dos casos, o motor elétrico fica alojado no interior do cubo traseiro da bicicleta eletrica que é de grande dimensão, e pode ter de 250 a 750 watts de potência. Alguns modelos dispõem de painel completo ou uma espécie de ciclocomputador onde o usuário programa a potência, estilo de tocada e durabilidade da carga da bateria.

img-Sedan_29

Disfarçada. O modelo Sedan 29 passa por uma MTB normal, mas o cubo traseiro entrega que ela é elétrica.

img-Edu_na_Besv

A Besv tem modelos com rodas de 20, 26 e 27 polegadas com design moderno é ótimo desempenho.

Vimos e testamos muitos modelos na Interbike 2014 nos Estados Unidos, modelos com rodas de 20” até as Fat Bikes aro 26”, e teve até modelo com aro 29”. Separamos três modelos para citar mais detalhes e no vídeo você confere as bikes em ação.

O modelo Suíço Secede M1 tem muita tecnologia pois a bike desmonta em duas partes, separando o quadro no meio do down tube (tubo inferior). Neste projeto os engenheiros tiveram que resolver um entrave, como separar os cabos de câmbio e freio traseiros? Eles conseguiram, pois tanto engate das partes dianteira e traseira do quadro quanto nos terminais quase robóticos dos cabos de aço devem ter consumido milhares de horas de criação, testes e modificações. Pedais dobráveis, para-lamas, farol, lanterna, e ciclocomputador completam o conjunto desta urbana que pode ser levada no porta-malas de qualquer carro.

img-Secede_02

Com quadro desmontável em fibra de carbono, o modelo Secede M1 pesa pouco mais de 22 quilos.

img-Secede_05

Repare nas garras no centro do quadro, sistema genial para desconectar os cabos durante a desmontagem.

img-Secede_04

O discreto quick release (em vermelho) para desconectar a frente e traseira do bike.

 

img-Ficha_Tecnica_Secede

A Polaris, tradicional fabricante de Jetski e Quadriciclos, produz 9 modelos de bikes elétricas, e elas são mais reforçadas que elegantes. Segundo o pessoal do estande, a Polaris é a única marca que fabrica as baterias para seus modelos, e acreditam que suas bikes sejam as mais fortes do mercado, justificando que devido as altas cargas de torque entregues pelo motor de 750 watts, quadros normais ou derivados de MTB não seriam duráveis.

De urbanas a Fat Bikes, elas são bem equipadas e com aspecto mais bruto que as concorrentes, e encaram qualquer parada!

img-Polaris_Nordic_01

Os quadros das elétricas Polaris são bem reforçados.

img-Polaris_Nordic_02

Motor de 750 watts no cubo traseiro, dá pra cantar pneu!

img_Polaris_Nordic_03

A Nordic vem equipada com componentes Spank, muito conceituados entre os praticantes de Downhill e Freeride.

img-Polaris_Nordic_04

A mega-bateria (no logotipo) é fabricada pela própria Polaris.

img-Ficha_Tecnica_Polaris_Nordic

img-Polaris_Rail_01

Modelo urbano Rail, rodas 700C e suspensão de pequeno curso.

img-Ficha_Tecnica_Polaris_Rail

Existem bikes elétricas a partir de 1.300 Dólares, podendo passar dos 10.000 Dólares para os modelos Fat Bike full suspension por exemplo ou ainda esta da STROMER que também testamos. Ainda muito caras para o mercado brasileiro mas ótimas como solução de mobilidade, principalmente para cidades como Belo Horizonte e outras tantas com topografia irregular e grande número de subidas no perímetro urbano, sem falar que são divertidas e silenciosas, cofiáveis e muito espertas.

Bom pedal!

Tags: , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (12)

  1. Juliano Granato

    Muito legal o vídeo! Super esclarecedor!!! Parabéns!

    Responder
    • Fernando Campoi

      Valeuuuu Juliano. Infelizmente esses modelos são utopia para os brasileiros. Abraço

      Responder
  2. Wania Maria

    Boa noite,
    Existem muitas marcas de bicicletas eletricas no mercado com diferentes especificaçoes. Particularmente gostei da Zeta Bike. Voce boa recomendação sobre essa bicicleta? Recomenda outra marca também?
    Agradeço desde de já as sua informaçoes.
    Atenciosamente,
    Wania.

    Responder
    • Fernando Campoi

      Olá Wania. Tudo bem? A gente não conhece essa marca, porém, antes de comprar uma elétrica, para sua segurança verifique se o quadro foi construído para ser usado como elétrica, principalmente as gancheiras, se o motor é blindado a prova dágua, além de saber se a bateria é de boa qualidade, que aguente e entregue a autonomia prometida pelo fabricante. Qualquer dúvida, pergunte pra gente. Grande abraço

      Responder
  3. augusto correia

    Olá gostaria de saber se precisa de alguma autorização especial para andar de bike elétrica aqui no RJ, precisa emplacar?
    grande abraço

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Augusto, tudo certo?
      A permissão de uso dada pelos órgãos de trânsito exige que a bicicleta seja do tipo “pedal assistido”. Esse sistema acelera a bicicleta quando movimentamos a pedivela, os modelos que utilizam acelerador giroscópico (na manopla) ou qualquer tipo de botão no guidão a transformam em um ciclomotor, onde é obrigatório o uso de placa e licenciamento anual.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  4. Carlos

    Tenho uma Mountain Bike da Caloi aro 26 full suspension… gostaria de usá-la para ir para o trabalho e para isso vou precisar fazer conversão. Gostaria de trocar aros, freios, pedal e marcha e colocar um motor elétrico (penso em um de 800w). Alguém poderia entrar em contato comigo para me dar umas dicas?
    Não tenho a menor noção do que comprar.

    Obrigado

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Carlos, você tem que fazer um projeto menos potente, a Caloi talvez não agente nem o motor de 350W, esse motor já gera muito torque, pode quebrar a traseira da bike (gancheiras), que não foram projetadas pra isso.
      As Bikes elétricas com motor no cubo usam quadros reforçados, com gancheiras forjadas.
      veja os detalhes dessa elétrica que testamos outro dia: http://pedaleria.com/bike-eletrica-vela-bikes/
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  5. pedro Jorge

    boa tarde,
    tenho uma dúvida, quero colocar uma catraca simples de até sete velocidades em uma bike elétrica que não tem marcha, tem algum problema, ás vezes a bateria acaba e estou no meio do caminho e fica muito pesada para pedalar.
    abçs a toda equipe

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Pedro, poder pode, mas verifique se o cubo tem espaço para essa catraca (espaçadores no eixo), e até mesmo a abertura do quadro.
      Se couber, irá resolver bem o seu problema!
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  6. Renato Zerbini

    Boa tarde , como faço para adquirir uma bike EV 511 aro 27″ .Aguardo , obrigado .

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Renato, essa você tem que trazer de fora!
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder

Deixe uma resposta