Bike no teto com segurança

Bike no teto com segurança,

Compra, Novidades, Videos

10

Nunca mais esqueça que a sua bike está no teto do carro.

Conhece alguém que já tomou um prejú lascado porque simplesmente esqueceu que a bike estava no teto e entrou com tudo na garagem?

Bom, quase todo mundo conhece alguém que já passou por essa situação e o resultado foram danos nas bikes, nos racks, no teto do carro e as vezes sobra até pro portão da casa do sogrão, da mãe, do condomínio, e por aí vai. E como todo ciclista é apaixonado pela sua bike, é de cortar o coração ver uma bike toda retorcida, grudada no rack de teto.

BT-Compre-aqui

Crachá de retrovisor Bike no Teto

Dependendo da árvore não é a bike que arranca os galhos, são os galhos que arrancam a bike do teto do carro.

Então, depois de uma fase de desenvolvimento e testes, lançamos o Crachá de Retrovisor Bike no Teto  no dia do aniversário de um ano da Pedaleria, ajudando a galera que transporta as bikes no teto vendendo um produto 100% nacional, desenvolvido por nós, com proteção contra calor e água e com um preço super acessível.

Você pode comprar em nossa loja clicando AQUI por apenas R$22,00 e em breve disponível em várias lojas de bike espalhadas pelo Brasil.

Crachá de retrovisor Bike no Teto da Pedaleria

Nosso crachá de retrovisor pode ser usado em qualquer tipo de retrovisor.

Se você tinha receio de comprar um suporte de teto para transportar sua bicicleta, agora não tem mais desculpas, com o crachá de retrovisor Bike No Teto da Pedaleria você não vai correr o risco de esquecer que a bicicleta está bem acima da sua cabeça. rsrsrs

Embalagem crachá de retrovisor

Instruções para uso também com elásticos.

Crachá de retrovisor bike no teto

Produzido com materiais de primeira, resistente ao calor e água, projetado para não atrapalhar, mas sim lembrar.

Todo mundo sabe que a melhor maneira de transportar bicicletas é no teto do carro, mas o stress do dia a dia, viagens, trânsito caótico, cansaço após um treino e essas coisas da vida moderna deixam nossa cabeça completamente maluca e esquecemos completamente de coisas triviais, quando não a bike no teto. Ter certeza de que você não vai provocar um acidente já é motivo suficiente pra comprar um Bike no Teto. Faça as contas:

Quanto custa a sua bike? (isso se você estiver transportando apenas a sua)
Quanto custa o par de suportes que você tem no teto do carro?
Conhece um bom funileiro especializado em capotas, e baratinho?
Seu seguro cobre esse tipo de acidente?
Você tem tempo de sobra pra resolver esses pepinos?
Impagável: Seu pai te esculachando porque você destruiu o portão da casa dele.

Medo de carregar a bike no teto do carro?

Crachá de retrovisor instalado

BT-Compre-aqui

Espero que tenha curtido mais esta novidade da Pedaleria, aguardamos sua compra e o compartilhamento nas redes sociais.

Grande abraço!

Tags: , , , ,

Sobre o Autor

Fernando Campoi, introdutor do Monotrial no Brasil na década de 90. Para os desavisados, o Monotrial é como o Biketrial só que usando um monociclo e não uma bike. Participou de shows, provas, eventos e programas de televisão com o Edu Capivara. É formado em Administração e tem MBA pela FGV. Louco de pedra? Nem tanto.

Comentários (10)

  1. Carlos Augusto Marques

    Um excelente sacada! Simples e eficiente. Parabéns galera.

    Responder
    • Edu Capivara

      Valeu Carlos, obrigado!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  2. Leonardo Sliachticas

    Boa! eu uso um equipamento que eu produzi que é uma ventosa com um espelho côncavo e ele fica preso ao capo quando eu ando com a bike ele fica sempre me lembrando da bike e eu sempre vejo como ela esta se portando lá em cima.

    Responder
    • Edu Capivara

      Legal Leonardo, já pensei em algo parecido mas acabei largando.
      Parabéns!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  3. Leo Parreiras

    Segunda compra que fiz depois de ter comprado o suporte de teto pra magrela!!

    Responder
    • Fernando Campoi

      Opa Leo! Pedido 5425. Tô certo? rsrsrsrs. Valeu meu amigo, espero que o crachá te ajude a manter a bike, o teto do carro, o rack novinho, o portão de casa…. tudo intacto. rsrsrsrs Grande abraço

      Responder
  4. Rodrigo Mosca

    ola! Comprei o cracha de retrovisor ha aproximadamente 45 dias. Porem o suporte que prende no retrovisor quebrou, ou mais precisamente, entortou e por fim quebrou. Deixei este suporte no retrovisor por aproximadamente 2 horas pendurado, enquanto almocava e qndo entrei no carro (estava bem quente este dia) o suporte estava mole e quebrou. Gostaria de saber se ha alguma garantia para uma troca, mas caso nao tenha, deixo uma sugestao para melhorar este produto: nao facam com alca de plastico e perfurada, facam com encaixe metalico (rebite) na juncao do suporte com o cracha… Porque agora tenho a placa, mas nao o cracha. Obrigado

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Rodrigo, tudo certo?
      Os rasgos foram criados para facilitar a remoção da alça, mas neste caso, ficou frágil não é?
      Vamos localizar seu endereço para mandar uma nova peça ok?
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  5. Michelly Oliveira

    Olá. Uma dúvida com relação ao transporte da bike no teto. Obviamente a melhor forma é usando um transbike, mas no momento está financeiramente complicado. Já vi algumas pessoas transportando a bike “de cabeça para baixo”, no rack. Visto que a mesma seria conectada ao rack pelo guidon e selin, transportar a bike dessa forma pode danificar a mesma de alguma forma? Desde já, agradeço.

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Michelli, eu mesmo já transportei a bike assim algumas vezes, mas antes de sair com o carro, verifique se apenas as manoplas e o selim estão apoiados nas travessas do rack, pois dependendo do tipo de alavanca de mudança de marcha, eles podem ficar encostados no rack e estragar.
      Outra coisa, se a bike tiver freios e suspensão hidráulicos, deixe ela na posição normal de uso por uns 20 minutos antes de sair pedalando, assim o óleo volta para os devidos lugares.
      Tomando esses cuidados, não haverá problema.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder

Deixe uma resposta