Bicicleta americana JC Higgis Color Flow 1950

Bicicleta americana JC Higgis Color Flow 1950,

Curiosidades

0

Uma bicicleta clássica que é uma mistura de carros e motos do passado!

A marca americana JC Higgins é um produto esportivo da Sears Reobuck and Company, uma rede de lojas de departamentos com diversos produtos, e que criou vários artigos com marca própria no período entre 1908 e 1963, como tacos de golfe, rifles revolveres e bicicletas, e para ficar bem diferente dos concorrentes, eles fazia bicicletas com o design dos carros e motos dessa época, e outros fabricantes também lançaram bikes assim, artigos muito valorizados entre os colecionadores e apaixonados por bikes clássicas.

img-Emblema_JC-Higgins_04

No emblema dianteiro consta a marca do fabricante, a rede de lojas de departamentos Sears Reobuck and Company, que esteve presente também no Brasil na década de 80.

img-Mesa_JC-Higgins_05

img-Manopla_JC-Higgins_09

O modelo Color Flow é muito elaborado, tem essa suspensão dianteira bem característica das motos antigas, tem uma simulação de tanque de combustível, e o bagageiro é incrível, lembra a traseira dos Buicks daquela época , mas é uma bike extremamente pesada.
O responsável por essa restauração incrível é o Marcos Perassollo, e ele restaura bikes desde 1984, e é uma autoridade nesse assunto, no seu acervo tem bikes que são muito raras até em outros países.

img-Tanque_JC-Higgins_14

O “tanque de combustível” é uma peça laminada em fibra de vidro.

img-Suspensao_JC-Higgins_08

A suspensão com mola na frente da caixa de direção, foi copiada nas motocicletas da época.

img-Bagageiro_JC-Higgins_07

O elegante bagageiro lembra a traseira do automóvel Buick daquela época.

A restauração desta JC Higgins foi trabalhosa, e demorou cerca de 6 meses. Segundo o Marcos, o quadro estava em bom estado, mas faltavam os paralamas, bagageiro e os 10 pequenos refletores, 8 posicionados na réplica de tanque de combustível, e 2 na parte de trás do bagageiro.
Outro item que deu trabalho para conseguir foram os pneus balão com faixa branco, modelos com o desenho da banda de rodagem original.

img-Quadro_JC-Higgins_12

O quadro “pelado” revela o tipo de bike que essa JC Riggins é, uma Cruiser!

img-Refletores_JC-Higgins_06

Os 10 refletores tipo “olho de gato” são bem difíceis de conseguir.

A pesar dos desenhos complexos na pintura, essa é a parte mais fácil do processo, já que as peças cromadas devem ser recuperadas, desempenadas, ter falhas preenchidas, antes do processo de cromeação, mas partes em plástico, couro e borracha, ficam degradadas com o tempo, mas com os processos de recuperação usados por ele, componentes como selim, manoplas e pedais, parecem novos, a presar dos 64 anos de idade.

img-JC-Higgins_01

O cobre corrente “antes e depois”.

img-Lanterna_JC-Higgins_10

Lanterna traseira “antes de depois”, o acrílico da lanterna foi polido e recuperado, e a carcaça da lanterna ganhou funilaria e novo cromo.

img-Selim_JC-Higgins_02

Selim com molas na frente e atrás garante o conforto, mas soma peso, o canote é maciço!

img-Pedal_JC-Higgins_03

Os pedais são originais, depois de recuperar e cromar as partes metálicas, a borracha foi hidratada e ficou assim, com cara de nova!

img-Bike_JC-Higgins_15

Se você tem uma bike antiga, que foi do seu pai, do seu avô ou surgiu a oportunidade de comprar uma pra restaurar, fale com o Marcos Perassollo, nos contatos abaixo, ele ainda tem muitas bikes para restaurar!
perassollo@bicicletasclassicas.com.br
(11) 3721-4220 / (11) 99588-3063

BOM PEDAL!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Deixe uma resposta