Benefícios da bike para idosos

Pedaladas na terceira idade
Benefícios da bike para idosos,

Dicas, Saúde

17

Benefícios da bicicleta para os idosos.

A atividade física regular traz inúmeros benefícios para a nutrição e para a saúde das pessoas idosas, por isso, se você tem mais de 60 anos, considere a possibilidade de pedalar com uma maior frequência!

Usando a bike depois dos 60

Com o aumento da energia requerida para a pedalada, há um consequente incremento na ingestão de alimentos, o que proporciona um melhor estado nutricional pelo consumo de nutrientes: calorias, proteínas, vitaminas e minerais. E ocorre também aumento da massa muscular e diminuição da gordura corporal, principalmente se a alimentação estiver bem equilibrada. A maior ingestão de proteína aumenta a massa muscular em idosos que fazem regularmente exercícios de resistência. Por isso, pedale mais e consuma uma maior quantidade de alimentos ricos em proteína, como: carnes, frango, peixes, ovos, leite e derivados, leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, soja). Tente incluir pelo menos um destes alimentos em cada refeição ou lanche realizado durante o dia. Complemente as refeições com alimentos ricos em carboidratos, como cereais integrais, massas, batatas, mandioca; além de frutas, verduras e legumes. E não se esqueça de se hidratar bem! A garrafinha de água deve ser sua companheira durante a pedalada, e nunca vá fazer atividade física em jejum.

Uma refeição interessante para fazer antes de pedalar é uma banana amassada com aveia, e 1 copo de leite ou iogurte. Depois de pedalar, pode-se consumir, por exemplo: torradas com queijo branco e peito de perú, e 1 copo de suco de fruta.

Idosos pedalando

O comitê de exercícios e reabilitação cardiovascular da Associação Americana do Coração confirma a ideia de que exercícios com bicicleta, se praticados diariamente, podem gerar benefícios em longo prazo, diminuindo os riscos de doença cardiovascular. A diminuição das taxas de gordura corporal, atingida com a contribuição dos exercícios frequentes, também é fator importante associado à diminuição dos riscos cardiovasculares.

Mesmo que moderado, o exercício frequente melhora a condição cardiovascular e diminui a fadiga dos idosos. Uma pessoa de 70 anos, com o exercício constante, pode chegar a uma capacidade aeróbica semelhante a um indivíduo sedentário de 30 anos de idade. No entanto, nenhum programa de exercício deve ser iniciado sem avaliação e supervisão médica.

Alterações metabólicas, como o aumento do glicogênio muscular, uma consequente maior sensibilidade dos tecidos à ação da insulina, e uma melhora da habilidade de se metabolizar a glicose do sangue, são outras vantagens associados ao ciclismo praticado frequentemente por pessoas idosas.

Além de todas essas condições de saúde, o exercício físico libera na corrente sanguínea substâncias chamadas endorfinas, responsáveis por uma sensação de bem estar geral. Recentes estudos descrevem efeitos benéficos da prática esportiva no combate à depressão, comparando-a até com o efeito de alguns medicamentos antidepressivos muito utilizado por idosos.

Para os que desejam mais informações sobre o assunto, leiam o meu livro:
Dietbook Terceira Idade – Tudo o que você deve saber sobre alimentação e saúde depois dos 60 anos. São Paulo: Editora Mandarim – Grupo Siciliano, 2001

Um abraço.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Lara Natacci é nutricionista (CRN 5738), Mestre em Ciências pela USP, Especialista em Nutrição Clinica Funcional, Especialista em Distúrbios do Comportamento Alimentar pela Université de Paris 5 René Descartes e diretora da Dietnet Assessoria Nutricional, autora de livros como "Anorexia, Bulimia e Compulsão Alimentar", "Dietbook Terceira Idade", "Dietbook Gestantes", "Dietbook Júnior" e "Dietbook – Respostas às Dúvidas mais Comuns sobre Alimentação e Saúde".

Comentários (17)

  1. LUIZ CARLOS DUARTE DA ROCHA

    quero saber mais sobre o assunto , tenho 59 anos e pedalo muito por aí abraços

    Responder
    • Fernando Campoi

      Oi Luiz. Tudo bem? Que bacana suas pedaladas hein! Nos dias atuais a idade pouco importa e a Pedaleria incentiva a bicicleta para todos, como no Japão, onde os velhinhos e velhinhas de 80 anos usam a bike como meio de transporte. Por isso e pela dieta regrada é um povo com tanta longevidade. ;) Você pode ter um acompanhamento médico e nutricional, o que complementará tanto a sua segurança quanto o bem estar. Para o acompanhamento nutricional recomendamos a Diet Net, que além de ser uma empresa super parceira da Pedaleria (visto pelos posts da Lara Natacci, dona da Diet Net, em nosso blog), possui uma equipe de nutricionistas que pode te auxiliar na educação alimentar perfeita para quem pedala muito por aí. Espero ter ajudado. Grande abraço!

      Responder
  2. JOSE EDUARDO MORAIS DO AMPARO

    EU PEDALO MUITO TENHO VONTADE DE ENTRAR NUMA BOA EQUIP SÓ

    PARA CONHECER MAIS GRANDES AMIGOS PARA PODER VIAJAR PORAI

    UM ABRAÇO MEU AMIGO

    Responder
  3. neide palone

    A bicicleta ergométrica oferece os mesmos benefícios para quem pedala em uma bicicleta normal?

    Responder
    • Fernando Campoi

      Olá Neide. Tudo bem? A ergométrica trabalha um pouco diferente. Na bike convencional, por exemplo na rua, você além de ter a paisagem, trabalha outros sentidos e a percepção, tomada de decisão, foco, além de outros, te ajudam também na parte mental da pedalada. O físico também é trabalhado de outra forma, já que você tem que encarar subidas e descidas com inclinações diferentes, trocando as marchas e gerando esforços musculares e também nas juntas. Por isso é sempre muito importante manter a bike muito bem ajustada e de preferência com um bom trabalho de bike fit pra você não sofrer com dores depois do exercício. Espero ter ajudado. Um abraço!

      Responder
  4. Pedro Paulo Pereira de Abreu

    tenho 64 anos parei de pedalar aos 34 aos e voltei aos 60 anos, começei de novo com uma speed e depois montei uma Mountain bike, agora tenho a opção de fazer trilha uns 40 km ou speed uns 60 km, alem da saudê, da auto estima abre-se o contato fazer para novas amizades isto renova a gente, abraços a todos, Jacareí SP.

    Responder
    • Fernando Campoi

      Poxa Pedro, muito legal isso hein! Realmente, a saúde física e mental agradecem as pedaladas. rsrsrs. Independente da idade, é sempre muito bom sair pra pedalar com os amigos. :) Abraço!

      Responder
  5. André Lucas

    Resumindo: pedalar (com responsabilidade) é tudo de bom!

    Responder
  6. Gutemberg

    Tenho 58 anos e faz uns 30 anos que parei com atividades físicas. Atualmente faço pilates e meu cardiologista recomendou umas pedaladas. Tenho problemas na coluna. Não é bem uma hernia de discos, mas ha uma degradação nos “amortecedores” das ultimas vértebras. Minha dúvida é: Devo usar uma bike com ou sem amortecedor trazeiro. Um vendedor me disse que com o amortecedor é mais prejudicial. Gostaria de ouvir outras opiniões que quem está não apenas vendendo, mas está integrado na atividade.
    Desde já agradeço.

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Gutemberg, tudo certo?
      Você acertou na mosca, estou mais do que dentro da atividade, operei hérnia de disco a 7 anos (L2 e L3), tenho 2 hastes e 6 parafusos e 51 anos de idade.
      Tive recomendação de usar full suspension, e realmente usei por uns 3 ou 4 anos, mas agora estou novamente de hardtail, e tá legal! As bikes Full suspension são muito boas, não só pelos problemas de saúde, mas pelo projeto, só tem um detalhe, não pode ser de qualquer marca, as baratas não prestam, são pesadas e as suspensões trabalham junto com as pedaladas, matando a força aplicada no pedal, a bike não rende!
      Tem que ser Merida, Scott, Specialized, Orbea, marcas consagradas.
      Boa sorte, abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  7. sebastiao

    Tenho 59 anos e faço Mountain bike, chego a pedalar 70 km por dia duas a três vezes por semana. Sera que isto pode vir a me prejudicar?

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Sebastião, a única coisa que pode te acontecer é virar profissional da bike, ganhar corridas, ter mais saúde, etc, rsrsrsrsrsrs.
      Tá muito bom, parabéns!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  8. Pingback: Benefícios da bike para idosos | PedaleriaPedaleria | O LADO ESCURO DA LUA

    • Edu Capivara

      Legal Anisio, obrigado!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  9. Maria Ivanira

    tenho 60 anos e faço ergometrica. Comecei com 3 minutos e agora estou fazendo 2 hs consecutivas. Isso é saudável ou pode ser prejudicial?

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Maria, parece muito, mas só o preparador físico poderá responder essa pergunta, mediante um teste ergométrico com você.
      De qualquer forma, parabéns, é um tempo bem longo!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder

Deixe uma resposta